Subscribe Us

header ads

Funcionários da Prefeitura foram mortos por causa de ação trabalhista; polícia prende cinco pessoas

 


A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta segunda-feira (08), a Operação Justiça Sangrenta, com o objetivo de identificar e prender os suspeitos de participação da morte de dois trabalhadores da Prefeitura de Cubati, em 18 de abril.

As vítimas foram assassinadas enquanto trabalhavam. Hoje, a Polícia conseguiu prender cinco pessoas que teriam ligação com o crime.

A investigação aponta que os assassinatos teriam sido cometidos devido à uma ação trabalhista, que tinha sido movida por uma das vítimas. Jodeildo João de Souza, de 55 anos, e Francinaldo da Silva, de 37, foram mortos no Sítio Golpe D’Água.

Durante a Operação Justiça Sangrenta, 11 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. O caso segue em investigação.