Últimas

Mais de 50 municípios da Paraíba já receberam Paxlovid para tratar infectados pela Covid-19; confira quem poderá ser medicado



O Paxlovid, coquetel de medicamentos que combina o Nirmatrelvir associado ao Ritonavir contra a Covid-19, teve venda autorizada em farmácias, mas já está sendo incorporado ao SUS. Ele foi distribuído a 51 municípios paraibanos (confira lista abaixo). A informação é da Secretaria de Estado da Saúde, que disse, nessa terça-feira (22) ao ClickPB, ter distribuído 860 tratamentos aos municípios com base nos critérios administrativos.

O uso desses medicamentos associados foi aprovado por unanimidade pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A venda foi autorizada no último dia 21 de novembro e a Pfizer declarou ao ClickPB que busca agilizar a disponibilização do produto para farmácias e hospitais particulares do país.

Em nota técnica assinada pela gerente executiva de Assistência Farmacêutica, Wênia Brito Barreto do Nascimento, datada de 18 de novembro de 2022, a Secretaria de Estado da Saúde definiu os critérios e orientações para a "distribuição e dispensação do antiviral Nirmatrelvir associado ao Ritonavir para pacientes com COVID-19, não hospitalizados e de alto risco."

A SES-PB confirma, na nota, que o coquetel Paxlovid já foi distribuído a 51 municípios paraibanos para ser incorporado ao SUS na Paraíba "para tratamento de pacientes com diagnóstico confirmado de COVID-19, com sintomas leves a moderados (não graves), que não requerem uso de oxigênio suplementar, independentemente da condição vacinal e com risco aumentado de progressão para COVID-19 grave".

"De acordo com o Guia do Ministério da Saúde - MS para uso do antiviral NMV/r em pacientes com COVID-19, a associação deve ser administrada, assim que possível, após resultados positivos de teste viral direto de SARS-CoV-2, e no prazo máximo de 5 dias após início dos sintomas", diz a nota da Secretaria de Estado da Saúde obtida pelo ClickPB.

O documento orienta toda a rotina para os profissionais de saúde e administrativos no uso do coquetel Paxlovid, desde a distribuição, preenchimento de formulários e dose dada aos infectados pela Covid-19.

Distribuição

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba informa que "utilizou os critérios para distribuição e dispensação do antiviral Nirmatrelvir associado ao Ritonavir descritos na Nota Técnica Nº 266/2022-CGAFME/DAF/SCTIE/MS, a qual toma por base a taxa populacional, utilizando pesos em 12 cenários distintos e realizado a média desses 12 cenários. Com base nesses critérios realizou-se a divisão igualitária para chegar no número de estoque de tratamento que o Ministério da Saúde disponibilizou para a Paraíba (860 tratamentos), resultando na distribuição para 51 municípios."

Dosagem

Ainda de acordo com a nota técnica, "a posologia recomendada pelo Guia do MS aos pacientes não hospitalizados e de alto risco é de 300 mg de Nirmatrelvir (dois comprimidos de 150 mg) com 100 mg de Ritonavir (um comprimido de 100 mg), administrados simultaneamente por via oral duas vezes ao dia (12h/12h), durante 5 dias".

Possíveis reações adversas deverão ser comunicadas pelas equipes de saúde no site da Anvisa.

Grupos

São cinco grupos de classificação dos infectados no SUS para o tratamento com o coquetel Paxlovid, que combina o Nirmatrelvir associado ao Ritonavir:

grupo 1: pessoas com 18 anos ou mais imunossuprimidoas com alto grau e os 75+ independente de comorbidades;

grupo 2: pessoas 65+ com pelo menos duas comorbidades;

grupo 3: pessoas 65+ com apenas uma comorbidade;

grupo 4: 65+ sem comorbidades;

grupo 5: pessoas com imunossupressão de baixo grau, idade 18 anos ou mais.

Confira os municípios que receberam o Paxlovid pelo SUS:




Postagem Anterior Próxima Postagem