Últimas

LAEB/CDSA participa de projeto de Implantação do Sistema de Produção de Lotes Pilotos Industriais de Plantas Medicinais do Bioma Caatinga

 


A Fundação de Apoio a Biotecnologia e Inovação Tecnológica em Saúde (FUNBITS) e a Associação Agroecológica de Certificação Participativa do Cariri Paraibano (ACEPAC) aprovaram o projeto “Implantação do Sistema de Produção de Lotes Pilotos Industriais de Plantas Medicinais do Bioma Caatinga”, que contará com a parceria do Laboratório de Ecologia e Botânica (LAEB) do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

 

O projeto será financiado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA)/GEF/PNUD e executado em municípios do Cariri paraibano, através do cultivo orgânico e padronizado de espécies medicinais da Caatinga por agricultores familiares certificados como orgânicos pela ACEPAC, a qual é credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

 

Na sua fase inicial, o projeto envolverá 10 agricultores familiares que trabalharão com as espécies Erva Cidreira (Lippia alba) e Quebra Pedra (Phylanthus niruri).  As matérias primas serão transformadas em fitoprodutos pela FUNBITS e parceiros.

 

Além do LAEB sob coordenação da professora Alecksandra Vieira de Lacerda (com grande expertise na Biodiversidade do Bioma Caatinga), a proposta conta com parceiros diversos, que contribuirão com todo o ciclo da cadeia produtiva, a exemplo do IPeFarM/UFPB, por meio de um dos seus diretores, o professor Rui Oliveira Macêdo - coordenador do Projeto da Plataforma de Produção de Lotes Pilotos Industriais de Insumos Farmacêuticos Ativos Vegetais, o qual também é instituidor da FUNBITS.

 

O IPeFarM e a FUNBITS são Laboratórios Farmacêuticos Oficiais do Brasil que compõem a Rede do Ministério da Saúde, os quais abrirão possibilidades para comercialização das matérias primas e para fornecimento dos fitoprodutos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para os municípios de agricultores familiares da ACEPAC no Cariri Paraibano.

 

O grupo fez sua primeira reunião para discutir o projeto no último dia 7 de outubro, na sede do Escritório da ACEPAC, no Município de Monteiro. Além dos Pesquisadores Rui Macêdo e Alecksandra Lacerda, estiveram presentes Azenate Campos Gomes (representando a FUNBITS), e, Amanda Procópio, Aguinaldo Silva e Elisoneide Oliveira, como representantes da ACEPAC. Foram encaminhadas algumas ações a serem executadas pelas duas entidades, enquanto o MMA/GEF/PNUD providenciam o contrato e a liberação dos recursos.

 

Fonte: Assimp CDSA/UFCG

Postagem Anterior Próxima Postagem