Últimas

Começa nesta segunda-feira o empréstimo do Auxílio Brasil; confira bancos autorizados

 


O empréstimo consignado do Auxílio Brasil começa nesta segunda-feira (10) e 12 instituições financeiras estão autorizadas pelo Ministério da Cidadania a realizar o consignado. Entre os bancos, está a Caixa Econômica Federal, responsável pelo pagamento do benefício.

 

O valor da parcela do empréstimo é descontado automaticamente do valor mensal do benefício para quem contratar o empréstimo. As taxas de juros cobradas são altas. O beneficiário deve avaliar se vale o empréstimo não irá comprometer o sustento da família e lembra-se de que o pagamento da dívida é descontado automaticamente do benefício, ou seja, não existe a opção de não pagar.

 

O empréstimo precisa ser contratado pelo responsável familiar, que é a pessoa da família que está inscrita no CadÚnico e que é a titular da conta poupança social da Caixa em que o Auxílio Brasil é depositado.

 

A taxa máxima de juros é de 3,5% ao mês, mas cada banco vai poder adotar a taxa que quiser, desde que seja menor que 3,5%. O Ministério da Cidadania afirma que cada responsável familiar deve entrar em contato com os bancos autorizados para verificar qual a melhor proposta de empréstimo.

 

Entre os bancos estão: Caixa Econômica Federal, Banco Agibank, Banco Crefisa, Banco Daycoval, Banco Pan, Banco Safra, Capital Consig Sociedade de Crédito Direto, Facta Financeira, Pintos S/A Créditos, QI Sociedade de Crédito Direto, Valor Sociedade de Crédito Direto S/A e Zema Financeira.

 

Depois que o crédito for aprovado, o valor será depositado pela instituição financeira na mesma conta onde é feito o pagamento do benefício em dois dias úteis depois da contratação do empréstimo.

 

Qual o valor máximo do empréstimo? As instituições vão poder descontar no máximo 40% do valor permanente do Auxílio, que é R$ 400. O desconto dá R$ 160, o que significa que sobraria até R$ 240 para cair na conta do beneficiário que tiver um empréstimo contratado. A modalidade considera o valor de R$ 400 do benefício, porque o pagamento de R$ 600 será feito até dezembro deste ano. O prazo máximo de pagamento é de até 24 meses (dois anos).

Com  informações do UOL

Postagem Anterior Próxima Postagem