Subscribe Us

header ads

Mãe denuncia estupro de menino de 4 anos com autismo e TDAH em creche

 


A mãe de um menino de quatro anos, que possui autismo e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), denunciou um possível abuso sexual que a criança sofreu por parte de um professor de sua creche. O caso aconteceu em Campina Grande, e a Polícia Civil registrou a ocorrência e deu início às investigações.

 

O menino se queixou de dores e pediu à mãe para não voltar mais para a creche. A mãe notou uma situação fora do habitual e confrontou seu filho, que revelou agressões de um professor. Apesar da denúncia, quando a mulher buscou respostas da própria escola, foi tratada com indiferença.

 

A direção da creche relatou que o professor agiu de forma mais ríspida por conta dos problemas de saúde da criança, que chegou a ser levada a unidades de saúde. Mas não sustenta a tese de estupro. Porém, o profissional precisou ser afastado do cargo.

 

Em seguida, a mãe levou a criança para uma psicopedagoga, a qual também ouviu um relato, contado diretamente por ele, de abuso sexual. Com isso, a profissional aconselhou a mãe a realizar exames de corpo de delito. A partir daí, o Boletim de Ocorrência foi feito e a Polícia Civil iniciou as investigações.

 

Entretanto, o resultado do exame, feito no dia 18 deste mês, ainda não saiu. No mesmo dia, a Secretaria de Educação de Campina Grande soube do caso e informou que vai divulgar uma nota sobre o assunto.

 

Com g1PB