Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Ministério Público recomenda suspensão de quatro vaquejadas devido à pandemia na Paraíba; mais seis eventos estão programados

 


Pelo menos quatro vaquejadas (Jacaraú, Mogeiro, Sumé e São Bento), previstas para acontecer neste mês de maio, na Paraíba, foram recomendadas pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) a serem suspensas. A medida visa combater as aglomerações em virtude da pandemia da Covid-19. Neste ainda, estão estão programado para acontecer mais seis eventos no Estado. A última avaliação do Plano Novo Normal troque que 153 municípios estão na bandeira laranja e 10 na vermelha. 

A vaquejada de Jacaraú estava prevista para acontecer neste fim de semana. De acordo com a promotora, Andréa Bezerra Pequeno de Alustau, em caso de descumprimento, os organizadores poderão responder por medidas criminais e cíveis, incluindo dano moral coletivo. A recomendação visa garantir o direito à saúde da coletividade, evitar aglomeração de pessoas e propagação do coronavírus, o que pode comprometer o enfrentamento da covid-19. Os decretos estadual e municipal proíbem eventos dessa natureza.

Enquanto a vaquejada de São Bento estava programado para acontecer desta sexta-feira (21) até o domingo (23). De acordo com a recomendação, expedida pelo promotor de Justiça Osvaldo Lopes Barbosa, o município está classificado na bandeira laranja o que implica na suspensão da realização de eventos. O pedido foi feito no dia de ontem e os organizadores tinham prazo de 24h para cumprimento da recomendação, com o cancelamento do evento já marcado, através de nota oficial, não promovendo nenhuma atividade.

Em Sumé, o evento começaria na quarta e ia até o domingo (23). A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça Bruno Leonardo Lins em razão de o município de Sumé estar classificado, atualmente, na bandeira laranja, o que implica na suspensão da realização de qualquer ato que gere aglomeração. A organização comunicou o cancelamento nas redes sociais.

Já em Mogeiro, os eventos estão programados para os dias 28 e 30 de maio. A promotora de Justiça de Itabaiana, Lívia Vilanova Cabral, explicou que a medida visa prevenir a aglomeração de pessoas e a consequente propagação da covid-19. Lembrou ainda que o município está classificado na bandeira amarela do plano Novo Normal Paraíba e destaca que não dispõe de sistema próprio e completo de saúde, sobrecarregando outros municípios. 

Segundo informações apurada neste ano, ainda estão previstos eventos de vaquejadas nas cidades de Araçagi (7 a 11 de julho), Sousa (14 a 18 de julho), Gurinhém (22 a 25 de julho), Riachão do Bacamarte (15 a 19 de setembro), Campina Grande (20 a 24 de outubro) e São Miguel de Taipú (17 a 21 de novembro). 

Fonte: ClickPB