Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Prefeitura de São José dos Cordeiros emite decreto com medidas de enfrentamento à Covid-19 durante o período de carnaval

 


A Prefeitura de São José dos Cordeiros, por meio de seu prefeito Felício Queiroz, emitiu nesta terça-feira, 09 de fevereiro, o Decreto Nº 003/2021, que dispõe sobre medidas sanitárias a serem adotas no período de carnaval para o enfrentamento do coronavírus.

De acordo com o Decreto, fica suspenso em todo território municipal a realização de festas ou eventos comemorativos do carnaval, incluindo prévias carnavalescas e similares, em ambiente abertos ou fechados, promovidos por entes públicos ou pela iniciativa privada. Ficam estabelecidas do dia 12 até o dia 17 de Fevereiro de 2021, a suspensão de quaisquer eventos sociais e corporativos, privados ou públicos, pagos ou gratuitos, em ambiente aberto ou fechado no Município, na zona rural ou urbana; como também a proibição de festas em áreas comuns residenciais, de lazer e mistos; restaurantes, bares e similares.

No período compreendido entre 12 de fevereiro de 2021 a 17 de fevereiro de 2021 os bares, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência, praças de alimentação e estabelecimentos similares somente poderão funcionar com atendimento nas suas dependências das 06:00 horas até 23:00 horas, ficando vedada, antes e depois desse horário, a comercialização de qualquer produto para consumo no próprio estabelecimento, cujo funcionamento poderá ainda ocorrer através da retirada dos insumos pelos próprios clientes. Nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro de 2021 não haverá ponto facultativo.

O expediente no serviço público municipal será normal, observadas todas as regras estabelecidas nos decretos vigentes sobre o funcionamento da administração pública municipal. Segundo a prefeitura, as medidas buscam evitar o avanço da pandemia do novo coronavírus, com casos crescentes em todo o território paraibano.

“As medidas tomadas em conjunto, com certeza, serão muito mais efetivas. Pretendemos diminuir a circulação de pessoas e frear a transmissibilidade da doença que, hoje, está em ritmo crescente. Editamos esta portaria em consonância com a portaria baixada pelo Governo do Estado”, afirmou o prefeito Felício Queiroz.