Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Prefeitura de Sumé encerra II Festival Zé Marcolino fortalecendo o artista da terra e incentivando a cultura local

 


A Prefeitura de Sumé realizou neste domingo (20), a segunda e última noite do Festival Zé Marcolino, que mais uma vez valorizou e incentivou os artistas da terra.

Este ano, em virtude da pandemia do coronavírus, o evento, que teve o auxílio da Lei Aldir Blanc, ocorreu online, com transmissão ao vivo pelas plataformas digitais oficiais, Youtube e no Facebook, da Prefeitura.  

No último dia de Festival teve as seguintes apresentações: Quarteto SM Sax, Jurandir Ferreira e Valdir Soares, Arlindo Filho e Evaldo Filho, Reginaldo Silva, Roberto Carlos Siqueira da Silva, Mostras de trabalhos artesanaisEm seguida, houve apresentação das 5 músicas finalistas.  

Confira os vencedores: 

1º Lugar: R$ 3.000,00- Saudade sem Dimensão (Josivan Batista) – Interprete: Debora & Adilson;  

2º Lugar: R$ 1.500,00- O Nosso Hino é Forró (Genildo Maciel)-Interprete: João Paulo; 

3º Lugar: R$ 900,00- O Beijo da Noite (Alberto Batista) – Interprete: Dudu Gomes;  

Verdadeiro Amor (Everton Ferreira) – Interprete: Jaina Farias- R$ 600,00;

Aconchego (Kalyne Silva) – Interprete:Kalyne Silva-R$ 600,00.

O Festival premiou ainda o cantor João Paulo como melhor interprete com o valor de R$ 900,00.  

Sobre Zé Marcolino  

Nasceu no Sítio Várzea, zona rural de Sumé. Suas músicas falavam da região do Cariri e sua gente.  Em parceria com o cantor Luiz Gonzaga, Zé Marcolino gravou várias músicas como, numa sala de reboco, cacimba nova, sabiá, serrote agudo, entre outras.  

Todos os artistas que tiveram propostas selecionadas, receberão bonificações, mesmo os que não puderam se apresentar no evento.

Festival Zé Marcolino é uma iniciativa da Prefeitura de Sumé que já se consolida como um dos maiores eventos culturais da regiãocujo objetivo é incentivar às potencialidades artísticas e valorizar à cultura local. 

Ascom/PMS