Últimas

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Chapa vencedora de consulta aciona STF contra nomeação de reitor da UFPB


As professoras Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega, candidatas mais votadas na consulta pública para a reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), entraram com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular a nomeação de Valdiney Gouveia, escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro. A ação foi protocolada no dia 11 de novembro.

Na ação, as candidatas pedem que “sejam considerados os votos da comunidade acadêmica e dos órgãos deliberativos da instituição, insurgem-se contra o Decreto de 4 de novembro de 2020, do Presidente da República, por meio do qual nomeado Valdiney Gouveia Veloso para exercer o de reitor” e que sejam suspenso o ato, “determinando-se a observância da ordem da lista tríplice elaborada em reunião conjunta dos Órgãos Deliberativos Superiores da Universidade Federal da Paraíba, sendo nomeadas para os cargos”.

 

Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega também solicitam ao STF que Valdiney se abstenha de praticar qualquer ato de intervenção na Universidade. No mandado de segurança, elas também pedem que o processo seja distribuído ao ministro Luiz Edson Fachin, por prevenção à ação direta de inconstitucionalidade nº 6.565, no âmbito da qual são questionados os dispositivos legais.

 

A ação foi distribuída para o ministro Marco Aurélio Mello, que havia remetido para o presidente da STF, ministro Luiz Fux, por prevenção. Fux, no entanto, determinou nesta terça-feira (17) que os autos do processo retornem para o gabinete de Aurélio para julgamento.


Fonte: G1 PB